sexta-feira, 23 de abril de 2010

A educação sexual e seus frutos

Governo inglês impõe educação sexual nas escolas. A mentalidade estatal crê que crianças devem aprender sobre sexo o mais cedo possível.

Consequência: Menina de 6 anos um dia consegue desabafar para a mãe que estava sendo diariamente estuprada por seus amiguinhos de escola.

A mãe da menina declarou para o jornal SkyNet:

Ela me disse coisas que penso toda mãe tem medo de ouvir da própria filha. Foi horroroso o que ela passou.

Todo dia tiravam a roupa dela. Todo dia cometiam abusos sexuais e físicos com ela. E todo dia ela chorava pedindo socorro [na escola] e ninguém jamais aparecia.

Penso que não dá para desculpar isso. Como é que dá par dizer que tudo está bem e ninguém tem de prestar contas de nada?

O jornal então conclui:

Uma investigação oficial do abuso aceitou o fato de que uma conduta sexualmente prejudicial realmente ocorreu, mas concluiu que não dá para se tomar nenhuma medida com os responsáveis, pois são jovens demais.

Ninguém tem a menor dúvida de que um crime muito sério foi cometido. Mas ninguém vai ser condenado — nem mesmo o Estado, que estimula as crianças ao sexo, e depois com a maior cara de pau lava as mãos diante das conseqüências.

5 comentários:

  1. Guiii ~ 8 º ano A26 de abril de 2010 22:55

    Nossa fessor, que coisa horrivel.. e ainda não são punidos -.-

    ResponderExcluir
  2. proff...so o que falta ér a justiça!!!mais justiça maior so a de deus!!que deus ilumine todas essas crianças

    ResponderExcluir
  3. Isso mesmo Rebeka, só Deus para nos gurdar e protejer de todo mal.

    ResponderExcluir
  4. er verdade , oqe seria de nossas vidas sem DEUS ?

    ResponderExcluir
  5. daniel maciel 8°ano6 de maio de 2010 15:45

    isso e uma imensa falta de respeito a vida de uma inocente criança,pq não e da familia deles eles não tam nem ai,mas se fosse com a filha(o) deles com certeza eles tomariam um decisão diferente!!!uma criança não merece isso isso e monstruoso!!

    ResponderExcluir